top of page

Efeitos da intervenção da meditação Mindfulness nos sintomas depressivos de adultos jovens

Um dos nossos maiores propósitos é construir conhecimentos em Mindfulness e Compaixão baseados em evidências. Estudos de revisão sistemática e meta-análise são consideradas as melhores lentes para a aplicação e a visualização de outros estudos padrão ouro em evidências pois eles realizam o levantamento de estudos já publicados, de forma integrada e sistematizada.

Quando falamos sobre os benefícios da prática em Mindfulness e Compaixão nos deparamos com dados sobre melhora de sintomas de estresse, ansiedade, depressão, dentre uma diversidade de outros aspectos.


O artigo Efeitos da intervenção da meditação mindfulness nos sintomas depressivos de adultos jovens: uma revisão sistemática e meta-análise, como o próprio nome diz, é um desses estudos que apresenta uma lente para as evidências dos benefícios da prática em Mindfulness em sintomas depressivos.

Considerando os estudos pesquisados pelos autores, 3479 adultos entre 20 e 29 anos participaram de grupos experimentais e controle em diferentes países. Os autores justificam a seleção da amostra, ou seja, do público analisado, considerando que a transição entre a adolescência e a fase adulta é desafiadora e estressante uma vez que apresenta uma série de mudanças de papeis, expectativas e responsabilidades, as quais os jovens adultos nem sempre estão preparados para lidar de forma saudável, experimentando, muitas vezes, questões com a saúde mental, especialmente com a depressão.


Como resultado, foi apresentado que intervenções de mindfulness reduziram significativamente os sintomas depressivos destes participantes, sendo que houve uma redução dos sintomas depressivos de forma mais significativa nos seguintes casos/estudos: - maior número de mulheres nos grupos; - países asiáticos em vista de norte americanos ou europeus; - aplicado em grupos de pessoas; - entre pessoas que de fato tinham transtornos depressivos e não apenas sintomas depressivos.

E por que isso ocorre? Considerando mindfulness como a consciência que surge ao direcionar a atenção ao momento presente, de maneira intencional, com curiosidade, gentileza e sem julgamento, os autores defendem que a prática permite a autorregulação – de sensações, emoções, pensamentos e comportamentos – inclusive de sintomas relacionados à depressão, como a ruminação e níveis de estresse.

Por fim, apesar de concluírem que as intervenções em mindfulness podem promover melhora de sintomas depressivos, ressalta-se que os estudos analisados não relataram efeitos adversos das intervenções, sendo necessário cautela.

Quer saber mais? Continue acompanhando nosso blog! Curta, comente e compartilhe!


Referência

REANGSING, Chuntana; LAUDERMAN, Christina; SCHNEIDER, Joanne Kraenzle. Effects of mindfulness meditation intervention on depressive symptoms in emerging adults: a systematic review and meta-analysis. Journal of Integrative and Complementary Medicine, v. 28, n. 1, p. 6-24, 2022.

MURAD, M. Hassan et al. New evidence pyramid. BMJ Evidence-Based Medicine, v. 21, n. 4, p. 125-127, 2016.

Link: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/35085023

67 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page